Filosofia do Centro Brasileiro de Estudos em Psoríase

DESTAQUE O CBEP

O CBEPsoríase foi organizado em 2010 na Clínica Sabbag pelo dermatologista Dr.Cid Yazigi Sabbag, em São Paulo, e teve como origem o Centro Brasileiro de Psoríase – CBP, criado em 2000. Esses anos de atividade do CBP foram necessários para a maturidade organizacional de realizar e fomentar estudos epidemiológicos e pesquisas clínicas na área da psoríase.

Tratar da pessoa com psoríase há 14 anos era uma tarefa muito mais difícil, pois os medicamentos tópicos e sistêmicos eram poucos e mais tóxicos para saúde do paciente. Com o avançar das pesquisas sobre a etiopatogenia da psoríase, surgiram novos medicamentos mais seguros e eficazes e hoje, temos quatro medicamentos imunobiológicos aprovados no Brasil para o tratamento da psoríase cutânea e articular. A fototerapia foi aprimorada com o ultravioleta B da banda estreita, assim como o laser Excimer que emite também UVB, mas de forma localizada e concentrada.
Uma verdadeira revolução no entendimento da psoríase onde passou de uma doença da pele de fundo emocional, classificada de psicodermatose, para uma doença inflamatória mediada pelo sistema imunológico e que afeta as articulações e vários sistemas, levando a síndrome metabólica e aumentando o risco cardiovascular do paciente com psoríase grave e de longa duração.

Exatamente por acompanhar toda essa mudança de entendimento e tipos de tratamentos da psoríase que o Centro Brasileiro de Psoríase ganhou importância junto aos pacientes, autoridades da saúde pública e dos profissionais da saúde.
Ao longo de doze anos, o CBP organizou o maior evento para pessoas com psoríase do pais, nos Encontros Municipal e Nacional de Psoríase e Vitiligo, totalmente gratuito, sendo um dos eventos mais importantes e numerosos da Câmara Municipal de São Paulo. O amigo e colega Dr.Gilberto Tanus Natalini , vereador e representante da Comissão de Saúde da Câmara, abraçou a causa do CEP desde 2003. Com uma media de mais de 2.000 pessoas/ano presentes, conseguimos transmitir informações científicas com ética e imparcialidade e conquistamos novos ambulatórios de psoríase com fototerapia pelo Sistema Único de Saúde-SUS, cumprindo nosso papel social. Já foram 4 ambulatórios Hospital Ipiranga (parceria com Rotary São Paulo-Noroeste), PAM Maria Zélia, PAM Penha, PAM Jardim São Paulo; isso é fazer história!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *