Tese Doutorado dr Cid na Faculdade de Medicina da USP 2016

A PSORÍASE DESTAQUE REPORTAGENS

Dr Cid Yazigi Sabbag desenvolveu pesquisa clínica de 2012 a 2016 com pacientes de psoríase e grupo controle de pessoas sem psoríase, avaliando o risco para derrame (AVC) e infarto do miocárdio, realizada no Hospital Universitário da USP, com verba da Fapesp.

Um dos resultados foi publicado e defendido como Tese para obter o Título de Doutor em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina da USP, conquistado em 2016.

O IMPACTO DA PSORÍASE NA ATEROSCLEROSE SUBCLÍNICA AVALIADA PELA ESPESSURA DA CAMADA MÉDIO-INTIMAL UTILIZANDO A TÉCNICA DE ULTRA-SOM: UM GRANDE ESTUDO DE COORTE.

Conclusão

Os resultados na amostragem brasileira sugerem um perfil de fatores de risco para doença cardiovascular mais grave nos pacientes com psoríase em relação a seus controles. Quanto à espessura médio-intimal das artérias carótidas IMTc, essas mostraram diferenças significativas quando ajustado os fatores sexo, idade e fatores de risco cardiovasculares. Não houve diferenças do IMTc nos subgrupos de psoríase leve, moderada/grave e psoríase artropática.

Conclui-se que novos estudos multicêntricos e multiprofissionais devem ser padronizados na comunidade científica, adotando os mesmos critérios de classificação, desenho e recursos, para permitir ações de prevenção das doenças cardíacas e cerebrovasculares e tratamentos adequados da psoríase e das comorbidades ao longo da vida dos pacientes. Fica ainda sem resposta se as comorbidades podem ser consequência do processo inflamatório crônico, suscetibilidade genética comum ou de fatores desconhecidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *